.... Brazilian Content

Brasil mostra a força de sua indústria de animação no Festival de Annecy

O maior festival de animação do mundo está prestes a começar e, com ele, as homenagens que Annecy fará, pela primeira vez, à produção brasileira. Este momento inédito mostra a força da animação do país e coroa o momento de expansão que essa indústria vive. Para se ter uma ideia, levantamento de uma publicação especializada mostrou que, em 2017, a animação nacional viveu seu melhor momento em 22 anos, com o lançamento de sete longas-metragens e com o robusto crescimento na produção de séries animadas, que passaram de duas para 44 nos últimos dez anos. Além disso, o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) mostrou-se um agente (e aliado) importante para tal expansão. Administrado pelo Ministério da Cultura por meio da Ancine, o fundo investiu mais de R$ 109 milhões nesse tipo de produção, tanto para cinema quando para TV, desde 2007.
 
A ampliação da presença de produtores e animadores brasileiros em diversos festivais e eventos pelo mundo e a apresentação de conteúdo produzido no país em mostras especiais, incentivadas pelas ações da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e de suas entidades parceiras, também não passou despercebida pelos organizadores de Annecy. Nas últimas quatro edições, a presença brasileira no evento vinha sendo marcada por delegações que reuniam entre oito e dez empresas. Em 2018, esse número mais que triplicou e o grupo será composto por 36 empresas, todas integrantes dos projetos parceiros da Apex-Brasil com entidades setoriais que promovem as exportações dos segmentos de audiovisual e música: Brazilian Content, Brasil Music Exchange, Cinema do Brasil e FilmBrazil, que atuarão de forma integrada no Festival e no Mifa, área de mercado do Festival. O espaço brasileiro no Mifa também cresceu: passou de 9m² para 45m².
 
Oito produções nacionais estão indicadas em cinco categorias nas competições deste ano – o longa “Tito e Os Pássaros”, dirigido por Gustavo Steinberg, entrou para a seleção oficial do evento. Na seleção para TV Films, Copa Studio e Coala Filmes, concorrem, respectivamente, pelos episódios “Eject Especial”, de Irmão do Jorel, e "Delírios de um Amor Louco", de Angeli the Killer; na categoria filmes comissionados (publicidade) concorrem A Troca, Day One "Sunshine" (coprodução com os Estados Unidos) e Leica "Everytihing in Black and White", os três da Vetor Zero/Lobo. Os demais são Guaxuma, uma coprodução Brasil-França, que concorre na categoria curta-metragem, Garoto Transcodificado a Partir de Fosfeno, selecionado para curtas off-limits, e Almofada de Penas, que concorre em curtas de perspectiva.
 
 
Empresas participantes
Empresas integrantes do Brazilian Content: 2DLab, 44 Toons, Alopra Estúdio, Animact, Animaking, Belli Studio, Birdo, Chatrone, Coala Filmes, Combo Filmes, Consulado, Copa Studio, Estúdio Giz, Ghost Jack Entertainment, Helikon, LUVA, Mauricio de Sousa Produções, Movioca, Penguin Animation, Pulo do Gato, PushStart, Red Studio Brasil, Split Studio, Tortuga Studios, TV Cultura, UM Filmes; integrantes do Cinema Brasil: Anaya Produções Culturais, Bits Produções Ltda, Boulevard Filmes*, Carnaval Filmes, Elo Company*, Glaz Entretenimento*, Klaxon Cultura Audiovisual, Mar Filmes; integram o FilmBrazil: Consulado*, LOBO e Spirit Animation – as produtoras assinaladas também são integrantes do Brazilian Content.
 
Indo além das homenagens
 
Annecy também contará com a presença de palestrantes brasileiros em painéis e com uma sessão exclusiva sobre o país, o “Territory Focus”, que contará com a participação de produtores e do presidente da Ancine Chirstian de Castro.
 
Ruben Feffer, CEO da Ultrassom, empresa responsável pelas trilhas sonoras de sucessos da animação brasileira como “O menino e o mundo” e “Guida”, ambos premiados em edições passadas de Annecy, e pela trilha sonora de “Tito e os pássaros”, estará no painel “The soundtrack as a fundamental element of animated feature films”. Celia Catunda, da TV Pinguim, produtora responsável por séries como “Show da Luna” e “Peixonauta”, também representará o país como palestrante. Já Fábio Yabu, autor de “Princesas do Mar”, livro que deu origem à série de TV homônima em 2004, será jurado na atividade “Shoot the book”. Mateus de Paula Santos, sócio e diretor da produtora Vetor Zero/Lobo, destaque em vários projetos premiados no setor publicitário, também estará entre os representantes do Brasil no “Territory Focused”. 
 
Estão na agenda do festival shows de bandas brasileiras que integram o projeto Brasil Music Exchange e uma exposição organizada pela ABCA (Associação Brasileira de Cinema de Animação) em parceria com o Ministério da Cultura sobre a história da animação do Brasil. Mostras especiais com conteúdos brasileiros, com curadoria do Anima Mundi, o principal festival de animação nacional, também acontecem durante o evento. Uma dessas sessões terá como tema os Commissioned Films, filmes publicitários, videoclipes e filmes feitos por encomenda. O Anima Mundi selecionou 32 desses trabalhos produzidos nos últimos anos. 
 
Parceiros da Apex-Brasil, o Ministério das Relações Exteriores e a Ancine também integram as organizações brasileiras que apoiam a delegação este ano. 
 
Assessoria de Imprensa
2PRÓ Comunicação Empresarial
Rua Deputado Lacerda Franco, 300
São Paulo – SP – Brasil
CEP: 05418-000

Myrian Vallone
Ana Carolina Barbosa
www.2pro.com.br
Telefones:
(11) 3030.9461 / 9464 / 9404 / 9462